segunda-feira, 4 de março de 2013

Resenha | Como se Livrar de Um Vampiro Apaixonado


Olá, pessoal! Hoje a resenha de um livro divertido, animado, jovem e com descrições muito boas. Uma dica de leitura bem leve, que se pode ler em pouco tempo. Eu o li em apenas dois dias, e gostei bastante apesar de alguns pontos que...

Com narrativa em primeira pessoa, Como se livrar de um vampiro apaixonado é um livro que deixa clara a mistura de realismo cético com a fantasia. No início Jéssica Packwood, está na parada de ônibus em frente à fazenda de seus pais adotivos. Do outro lado da rua, um cara estranho a observa com o olhar profundo e penetrante. Ela estava assustada, ele se aproximava e então, o ônibus chegou. Ela apenas conseguiu ouvir o sussurro ou impressão de ter ouvido o nome Antanasia. Este era seu nome de batismo, e o que mais ela sabia, era que havia nascido na Romênia. Logo para sua surpresa e susto, o misterioso está sentado próximo a ela na sala de aula. Ela descobre que ele também é da Romênia na sua apresentação na aula de literatura, e que se chamava Lucius, Lucius Vladescu.

Lucius logo começa a segui-la e até a defendê-la de seu colega ridículo que gosta de zombar dela. Cansada e com medo, conta para sua mãe sobre o misterioso Lucius. Foi na volta para casa que ela avistou Lucius sentado perto da rua. Sua mãe logo estaciona e vai falar com ele. Para sua surpresa, sua mãe volta apreensiva e diz que tudo será explicado mais tarde durante o jantar... Com Lucius.

– Estou cansado de sua ignorância. Como seus pai se recusam a informá-la, eu mesmo darei a notícia. – Ele apontou para o próprio peito e anunciou, como se falasse com uma criança: - Eu sou um vampiro. – E apontou para o meu peito. – Você é uma vampira. E vamos nos casar assim que alcançar a maior idade. Isso foi decretado desde o nosso nascimento.
 Não cheguei a processar a parte do “vamos nos casar”, muito menos o lance sobre “decretado”. Eu já tinha me perdido na parte do “vampiro”.
Pirado. Lucius Vladescu é completamente pirado.  E estou sozinha com ele num estábulo.

Vamos dividir o livro em três partes... A primeira que vai até mais ou menos a metade do livro é muito engraçada. Uma sátira a parte, Jéssica ou Antanasia é muito divertida. Sempre fugindo de Lucius, e achando que ele era pirado. Ignorando todos os fatos. Mas aos poucos percebemos que ela vai acreditando.  A outra parte que ocupa todo o meio do livro quase até o final que é quando Jessica praticamente aceita e acredita que é uma vampira, Lucius não a quer mais. Simples não é? Agora ele estava interessado em Faith, a garota mais insuportável da escola. Além de ignorá-la, ele praticamente a insulta. Confesso que nem as suas respostas sobre a vida dura que teve, por ter sido criado pelo tio, não me convenceram para apagar sua imaturidade. Mesmo depois, sabendo que alguns poucos pontos foram necessários, essa parte me desagradou um pouco. Já o final é maravilhoso, gostei muito e achei bem bolado.

No início Jessica ganhou de Lucius uma cópia do livro: Crescendo como Morto-Vivo – Um guia para  o vampiro adolescente sobre namoro, saúde e emoções. Este livro teve seu papel fundamental para Jessica aprender e consultar algumas coisas, como sentir o cheiro forte de sangue e seu interesse por ele.

De qualquer modo gostei bastante do livro. Mesmo essa parte um tanto triste para Jessisa que estava apaixonada por Lucius gostei do final e isso fechou com chave de ouro.  Então pra quem quer dar umas risadas, além de ter uma leitura suave e rápida, taí uma bela sugestão. As descrições que Beth Fantaskey escreve são muito boas e de uma maneira bem sua, como cada autor tem. Mas sem muitos detalhes a leitura flui e conseguiu me conquistar. Sem deixar de contar que de vez em quando tínhamos cartas de Lucius para o tio, que nos deixa a par de seus pensamentos.

PS: O que eu mais esperei que acontece na história a autora deixou para as últimas páginas!!!

Abraços,

Maurício Dias//

11 comentários:

  1. Bem eu achei o final cabuloso e meio sinistro o Lucius enlouqueceu rsrs, mas gostei do livro e ri bastante

    bjos

    ResponderExcluir
  2. Olha, não costumo ler livros de vampiros, mas tua resenha sobre este me interessou bastante! Entrou na lista de "leituras prováveis"!
    Bjs,
    Eleonor

    ResponderExcluir
  3. Ai eu quero muito ler este livro...parabéns pela resenha..

    Beijokas!

    Amor Literário.

    ResponderExcluir
  4. eu adoro quando o lucius escreve para o tio dele
    cara tem um errinho na sua resenha, vc escreveu Luicus

    ResponderExcluir
  5. Oi Mauricio! Já ouvi falar muito desse livro e que a história é leve e engraçada. Estou com o e-book dele e pretendo ler logo. Gostei da resenha.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/2013/03/resenha-jogos-vorazes-de-suzanne-collins.html

    ResponderExcluir
  6. Nossa, eu amo esse livro.
    Inclusive estou ansiosa pra ler a continuação, tenho em ebook mas estou esperando laçarem em livro real, prefiro muito mais.
    Achei a história animada, com partes engraçadas e bem legais, assim como sua resenha, que ficou muito bacana.
    Beijão
    Viviane
    RR

    ResponderExcluir
  7. Quero ler esse livro pq parece ser mesmo bem bacana, mas e o tempo que nao tenho? rsrsrs
    Curti a resenha e adoro livros com finais surpreendentes!

    Bjokas
    Flavia - Livros e Chocolate

    ResponderExcluir
  8. Olá! Passando para avisar que indiquei seu blog para selinho e memes, caso goste de responder confere por lá!

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá,muito legal o blog.abraços... http://moove-onn.blogspot.com.br/ :)

    ResponderExcluir
  10. Já li toda a série e sou apaixonada nela. Lucius é amor! *-*

    ResponderExcluir
  11. Sempre achei o título desse livro meio bobo e nunca me interessei nem mesmo em ler resenhas a seu respeito. Mas mudei de ideia e tive uma grata surpresa. Adoro livros de vampiros, meus personagens fantásticos preferidos e senti uma certa referência a Drácula, quando Lucius usa cartas para se comunicar. Gostei muito do fato dos vampiros seguirem a lenda, acho importante manter a fidelidade do mito. E ponto extra para essa mocinha cheia de personalidade e curvas. E viva as cheinhas!!!!!!!!!!

    Adriana Medeiros

    Minha Velha Estante

    minhavelhaestante1.com.br

    ResponderExcluir