sábado, 10 de janeiro de 2015

Resenha | Mar da Tranquilidade

Oi gente. Ás vezes, eu gosto de ler um livro sem esperar muito da história ou da escrita, ou de qualquer outro elemento. Tenho testado bastante isso. Ler sem saber nada, apenas pelo grande prazer da leitura. Tenho sentido que, dessa forma, podemos sentir cada detalhe, adentrarmos no mundo da narrativa. Se apaixonar, se divertir, odiar. Ler vale a pena. Faça a vida valer a pena também!!!


Mar da Tranquilidade é um livro com uma narrativa delicada, silenciosa e transmissora de uma angustia inevitável. A protagonista dessa história Nastya Kashnikov teve sua vida transformada, um acontecimento mudou completamente sua vida. E isso faz com que ela adote novas identidades. De uma garota frágil para uma garota lutadora e misteriosa. Muitas pessoas se fecham completamente depois de terem suas vidas arrasadas, não contando nem para seus amigos, guardando para si unicamente.

Ela se muda para a casa de uma tia em outra cidade para recomeçar sua vida. Entrou em uma nova escola e, agora se veste com roupas curtas e saltos bem altos. O que aconteceu a ela é um mistério que temos que descobrir com a leitura, mas uma coisa notável é sua dor. Nastya quer parecer até mesmo diferente daquilo que ela realmente é, pois quero fugir do seu passado. Então, ela conhece Josh. Ele possui um histórico triste, seus pais morreram e avô está em estado terminal. Josh possui uma barreira e não permite que ninguém se aproxime dele. Os dois eram parecidos de alguma forma.

Ah é preciso saber que Nastya não fala.  Ela não produz sons, apenas se comunica através de gestos ou escrevendo. No entanto, foge de qualquer tipo de comunicação, mas ela tem motivos para isso.

“Pessoas que nunca passaram por merda nenhuma sempre acham que sabem como você deve reagir ao fato de sua vida ter sido destruída. E aquelas que passaram por situações complicadas acreditam que você deveria lidar com as dificuldades do mesmo jeito que elas. Como se existisse um roteiro preestabelecido para sobreviver ao inferno.”

O A história se passa em primeira pessoa, através do ponto de vista de Nastya e de Josh. Como ela não fala, seus diálogos são mentais, ou seja, estamos dentro de sua mente. Josh vai sentir nela um porto seguro, ela também, mas foge por que isso trará à tona seus traumas do passado. Nastya não aceita ajuda, e seu relacionamento com Josh, bom só o tempo pode mudar. E vemos isso acontecer.

Há outros personagens na história e eles são bastante reais, mas prefiro focar a resenha mais em Nastya e Josh. Esse é um livro que me fez chorar várias vezes. Ele faz refletir, observar mais e melhor. Às vezes pessoas tem algum comportamento “estranho” e, por isso, são julgadas. E poucos pensam que elas podem estar sofrendo muito por dentro. Essa dor transparece, deixando-os assim. Uma história que é bastante sensível e palpável. Eu adorei a personagem de Nastya.

“Meu nome e Nastya Kashnikov. Eu era uma pianista prodígio que não deveria estar nem perto de uma aula de Introdução à música. Fui assassinada há dois anos e meio.”

É um livro incrível. Eu sou bastante curioso e me segurei para não ler logo nas últimas páginas o que havia acontecido de tão terrível assim. Eu me segurei firme. A leitura é mais que agradável. Me surpreendeu e me comoveu imensamente. A história tem durante a narrativa um drama ás vezes um tanto complicado e eu queria que tudo se resolvesse, mas tudo só acontece quando deve acontecer.

Um livro bastante atual. Em uma sociedade julgadora, como se fossemos aquilo que vestimos. Como se isso dissesse o que nós realmente somos. Este é um livro que norteia algumas ideias que me fazem, então, pensar um pouco mais quando me deparo com algumas pessoas. 

27 comentários:

  1. Iai Mauricio, beleza?

    Esse livro está na minha lista de desejados. Não vejo a hora de conseguir lê-lo logo. Tenho grandes esperanças de gostar. Abraço!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá Mauricio!
    Mais uma resenha que leio desse livro e mais uma vez é positiva! Acho que não encontrei nenhuma negativa, o que faz com que eu sinta cada vez mais que devo lê-lo o quanto antes. Já está na minha fila de leitura e será uma das próximas.
    Gostei da sua colocação "Em uma sociedade julgadora, como se fossemos aquilo que vestimos. Como se isso dissesse o que nós realmente somos. ". Excelente resenha!
    Beijos

    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oiee ^^
    Aah, esse livro ♥ Achei ele um pouco cansativo, mas o resto compensou...haha' Adorei a história, e mais ainda os personagens (Drew e Josh ♥). Confesso que esperava um pouquinho mais dele, mas não me decepcionei nem um pouco.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oie.

    Nossa sou doida para ler este livro, mas ainda não o tenho. Quero demais porque sempre que vejo uma resenha a pessoa fala bem do livro e minha curiosidade vai ao teto.

    Beijos
    http://www.amorliterario.com

    ResponderExcluir
  5. Nossa, adorei sua resenha, Maurício!
    Eu estou muito ansiosa para adquirir esse livro, mas ainda não tive a oportunidade de fazê-lo. Sei que não me arrependerei de lê-lo, porque penso um pouco como a protagonista. Às vezes as pessoas são incapazes de ver além de si mesmas e dos seus próprios problemas. Às vezes é preciso cultivar a sensibilidade de realmente enxergar e acolher a dor do outro sem julgamentos.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olá Mauricio, tudo bem?
    Esse livro já esta na minha lista de desejados desde que lançou. Eu achei o tema muito interessante, e sei que vai ser um livro que fala de superação, estou doida para o ler.

    www.fonte-da-leitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    Bom, ler um livro sem saber nada é mil vezes melhor, a gente acaba sendo surpreendidos quando não esperamos algo da leitura, né? O mar de Tranquilidade é um livro que eu estou muito interessada em ler porque vi vários comentários positivos, sendo assim conclui que essa história iria conseguir me conquistar bastante, mas ainda não tive oportunidade de ler o livro :'( Eu não sabia que a Nastya não falava, fiquei curiosa para saber qual o motivo para isso e mais curiosa ainda para saber como será o relacionamento dela com Josh. Enfim, gostei muito da sua resenha, imagino que esse livro iria me emocionar bastante, muito bacana saber que a leitura é agradável e que tudo acontece quando deve acontecer.

    Beijos :*
    Larissa- http://srtabookaholic.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Olá Maurício :D

    Confesso que nunca li nada parecido! E sou tão curiosa (se não mais) quanto você, então pode imaginar o quão estou desejando este livro agora, certo? KKKKK A capa nunca me conquistou, e nunca tinha lido uma resenha completa... Me arrependo de não ter feito isso antes!
    Amei a resenha, e preciso desse livro para ontem <3

    Beijos,
    Ana M.
    www.vicioemlivros.com

    ResponderExcluir
  9. Ai meus sais, segunda resenha que leio desse livro, mas a sua me deixou beeeem curiosa e espero muito ler esse livro ainda esse ano.Essa coisa de traumas, mudanças radicais na vida e muito drama sempre me chama a atenção.

    Gostei muito da resenha viu?

    bjs

    ResponderExcluir
  10. Esse livro é incrível DEMAIS. Amei a história e ele me marcou muito no ano passado. O casal protagonista é ótimo. As coisas que a Nastya passa deixam o leitor de boca aberta. Amei demais. Que bom que você curtiu também.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  11. Olá... tudo bem???
    Quanto mais leio resenhas desse livro mais vontade eu tenho de ler... mas vai demorar um pouco porque estou sem grana... tive que comprar um pc novo... a história que você contou através da resenha me chamou muito atenção... parece aquele tipo de enredo que é necessário ler... para que você possa se contagiar com as coisas que acontecem.. sei que vai trazer ensinamentos... e lições... gostei... Xero!

    ResponderExcluir
  12. Mas uma resenha para ve fazer sofrer por não ter lido esse livro ainda kkkk
    Quero muito, na verdade necessito, espero ler em breve
    http://contodeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. E aí Maurício, tudo bem?
    Ótima resenha, e gostei do livro, parece ser bem diferente e interessante, gostei do enredo da trama. espero conseguir adquirir logo. o fato de ela não falar deixa a situação bem interessante e fiquei curioso para saber os detalhes do livro, dos porquês.
    um abraço,

    Antonio Henrique
    www.navioerrante.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Guri. Mar da Tranquilidade é lindo demais né?

    Tô torcendo pra alguém adquirir os direitos e levá-lo para o cinema.

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Maurício!
    Nunca tinha ouvido falar desse livro, gostei demais da premissa, e parece que ele puxa pra crítica, né!? Adoro obra assim e também adoro ler como vc vez totalmente sem olhar nada, só mergulhando na história!
    Bjus

    ResponderExcluir