domingo, 8 de dezembro de 2013

Resenha | Príncipe Mecânico

Olá pessoal! Já faz algum tempo que li Príncipe Mecânico, mas só agora a resenha está saindo, perdoem-me. Eu adianto que eu tenho muita coisa pra falar sobre esse livro. Sinceramente gente, a Tia Cassandra apronta às vezes... Eu gostaria muito de perguntar pra ela, o que ela tem em mente pro futuro. Sabe quando você quer que dois personagens fiquem juntos, mas a autora muda isso? Então, vamos a resenha e vocês entenderão... (sem muitos spoilers)


O livro que dá continuação à Anjo Mecânico, mantêm e de forma ainda mais nítida o plano de fundo, sombrio e sinistro. O que contribui para a harmonização da história, pois os personagens passam por muitos momentos de tensão, até mesmo quando não estão em perigo. E o círculo começa a se fechar ao redor de Charlotte, cada vez mais. E eu confesso que nesse momento, realmente achei que ela perderia o Instituto! Acontece que eles não conseguem encontrar o Magistrado, logo, a Clave acha que ela não deve mais dirigir o Instituto. E quem seria a melhor opção? O Sr. Lightwood. Realmente um desfecho incrível! A participação de Tessa nesse momento é fundamental, e muitas surpresas a aguardam, como um ser que a reconhece disfarçada. Ela até conheceu sua mãe verdadeira. 
Falando em Lightwood, os irmãos Lightwood aparecem bem mais nesse livro. Teve uma cena que me deu uma peninha deles. Enfim, eles dão aulas de luta e defesa para Tessa e Sophie. E falando em Sophie, esta terá seu papel fundamental na história também. Isso é um ponto que eu adoro na escrita da Cassadra Clare, são vários personagens e todos com seu papel fundamental. Até mesmo Jessamine, ah Jessamine... eu gostava dela, enfim vamos em frente...

"Era quase meia-noite quando Will voltou para o Instituto. Começou a chover quando tinha descido metade da Threadneedle Street. Ele se enfiou embaixo do toldo... para abotoar o casaco e ajeitar o cachecol, mas a chuva já tinha entrado em sua boca."

Nate, o irmão de dessa é um completo idiota, pra não chamar de Demônio, já que ele não é um no sentido literal, mas o termo o definiria. É a maior decepção para Tessa, mas não vou comentar muito sobre isso. As criaturas robóticas que parecem ser coisas tão simples conseguem assustar um pouco, eu acho isso bem genial. Nunca poderia deixar de falar em Charlotte e Henry. Eles só são responsáveis por cenas emocionante e de partir o coração. Henry é essencial e Charlotte nos dá um surpresa no final que é maravilhosa. Realmente os meus personagens favoritos.

"Mas talvez... depois dessa noite...
Cortou o pensamento antes que enraizasse. Melhor não pensar; melhor não ter esperança e se decepcionar. Olhou em volta. Estava em Cheune Walk agora, com suas casas requintadas de fachadas georgianas."

Deixei para no fim falar mais de Tessa, Will e Jem. Gente me perdoem, mas eu odeio Jem. Tessa tem que ficar com Will. Eles combinam, e por mais que a autora tenha feito um triângulo amoroso perfeito, é notável que Will foi feito para Tessa. Já ouvir dizer no terceiro e último livro as coisas não serão como eu gostaria que fossem, por isso não o lerei tão cedo. É eu me revolto um pouco com isso. Enfim, eu amo essa trilogia, amo quase todos os personagens e eles vão me dar muita saudade. Gostaria que tivesse mais livros com eles. Leiam, vale a pena =]

"E agora, finalmente, eu estou livre e eu finalmente posso te dizer, sem medo do perigo a você, tudo que eu sinto no meu coração.

Você é o primeiro sonho da minha alma, e desse sonho, eu espero que venham todos os outros sonhos, que valham uma vida inteira."

Will Herondale (para Tessa)

9 comentários:

  1. Muito legal sua resenha pois senti que estivesse do seu lado e você contando a história para mim. Não li nem Anjo mecânico ainda. Comecei a leitura mas tive que parar pra ler livros de parceria...enfim. Vou comprar Príncipe mecânico por indicação sua e porque amo os livros da autora.
    Beijos
    Viviane
    Razão e Resenhas

    ResponderExcluir
  2. To com medo de ler sua resenha e achar algum spoiler pq li somente Anjo Mecânico até agora. Já to super chateada com algumas coisas que andei lendo sobre Princesa Mecânica que, juro, não gostaria nem precisava saber agora, enquanto ainda to no primeiro da série.

    ResponderExcluir
  3. Oh Deus! Estou louco pra ler essa trilogia! *-*
    MORTO COM SUA REVOLTA chamando o personagem de "demônio" aoeaoehaheo
    Ai gente, porque sempre triângulos amorosos? aushushsahsauah
    Abraço!
    http://leiturasdoedu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito da resenha, adoro os livros da Cassandra Clare

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito da resenha, add a minha wish list!!!

    ResponderExcluir
  6. Tenho os livros da serie Instrumentos Mortais, mas apenas o primeiro livro das PI. Tenho mania de somente ler apos ter todos os livros. Sendo assim, fico só babando nas resenhas. Sinceramente aprecio mais quando os livros são apenas 3. Detesto series infinitas...acabo me desanimando. Estou louca para ler...Essas capas são perfeitas. Bjkss

    Meyre Christina

    nangy@ig.com.br

    ResponderExcluir
  7. Como ainda não li nenhum dos volumes dessa trilogia, preferi pular para o último parágrafo desse resenha, pois tive receio de ler algum spoiler. Esses triângulos amorosos são muito cruéis mesmo, pois, quando gostamos dos três envolvidos, sabemos que um vai quebrar a cara, e isso não é legal.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  8. Meu achei que a trilogia tinha a ver com Os Instrumentos Mortais. Mas pelo que deu pra entender não tem, me corrija se eu estiver errada.
    Eu me apaixonei por todos, tanto As peças Infernais quanto os Instrumentos Mortais desde que pus meus olhos nas capas. Mesmo sem ter lido nenhum deles tenho na minha cabeça que são histórias geniais e diferente do que estou acostumada a ler. Quero muito ler todos e espero ter a oportunidade, pois comprar por agora tá um pouco difícil. rs
    Boa resenha!

    ResponderExcluir
  9. Ainda não consegui realizar meu sonho de ler esta série, mas quero muito ler. Achei a capa linda e a estória mais ainda. Os personagens são o que mais me deixaram curiosa e ansiosa pra saber mais. Sua resenha me deixou bem mais interessada em ler. Beijos.

    ResponderExcluir